quarta-feira, 11 de junho de 2008

JARDINS DA INSÓNIA



RECORDANDO UMA PESSOA MUITO ESPECIAL

sobre a esteira das nossas vidas,
único acolchoado disponível
de afectos envergonhados
e confidencias violadas
projectámo-nos
sorrimo-nos

com ácido escreveremos
nas paredes da intolerância
que a ternura não se abate
saberemos preservá-la
reproduzindo-a
nos jardins da insónia
IMAGEM DAQUI

4 comentários:

ximbitane disse...

Simplesmente, sublime!

Agry White disse...

Ximbitane
Obrigado. Talvez pela intenção. Quanto ao resto, ainda há um certo aventureirismo. Devagar, talvez se chegue lá

Vertigem disse...

Acordares do sonho, pequenos instantes onde o sono vive a vida, polen de um amanhecer.

ximbitane disse...

Esqueceu? Condenado a liberdade!