quinta-feira, 19 de junho de 2008

SOLIDÃO


Na solidão suburbana
Onde a multidão se perde
Entre tristeza e tristeza
Adormecendo as palavras
Mastigando os silêncios
Das palavras nuas

Transportar a esperança
Amar as estrelas
percorrer a memória
incendiar a paixão
temperada nas noites
húmidas e adiadas

IMAGEM DAQUI

5 comentários:

Anja Rakas disse...

Sinto-me confortável na minha solidão, gosto dela, não me sufoca.
Adiar noites temperadas de paixão, suores humidamente quentes e multidões invisíveis.
Fantástico.

Bjs angelicais

Ivone Soares disse...

Vejo que o carro já pegou...ninguém mais o pára. Bjhs

Diva disse...

Momentos... de vida, pedacinhos... de alma, falares...de silencio, segredos... de que somos feitos.
Margens das nossas vivencias.
Solidao...
Bjs meus

Anja Rakas disse...

Bom Dia.

Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui favorita
Nunca fui o que meus pais queriam
Nunca tive alguém que amasse
Mas tive somente a mim
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de sofrimento
não vivo sozinha porque gosto
e sim porque aprendi a ser só.
Florbela Espanca

Bjs angelicais.
P.S. o fim de semana...foi...assim... :)

Vieira Calado disse...

É interessante o blog.
Continue!
Bom fim de semana