sábado, 22 de novembro de 2008

EMBRIAGADO DE INCERTEZAS



A tortura das palavras,
rodeadas de ternuras
de mágoas e agressões,
desconstroem vidas
na aridez dum tempo
imaginado no vazio de
existências
embriagadas de incertezas
caminhando sem destino

temperando paixões
embebidas em palavras
tatuadas de carícias
estimuladas
no imaginário de desejos
vestidos de afectos
viajámos na esperança
mobilada de sonhos
percorridos por nós

3 comentários:

X!mb!t@nE disse...

As incertezas babalazam mentes crédulas
Mostram dureza, agressao e magoa
Onde ha leveza, carinho e paixao
As palavras
Quando nao ditas
Transformam-se em pensamentos
Engordurados de podridao
Ouve a voz
Sente o sentimento
Embriaga-te de verdades

Paula Crespo disse...

Viajámos na esperança
mobilada de sonhos
percorridos por nós.


Sempre.
Bjs

Anja Rakas disse...

Por isso que nossas palavras serão sempre construídas dentro de ondas de espuma branca e nuvens de penugem azul bebe.

Beijo