sábado, 8 de agosto de 2009

ORGASMO


aquela sensação
quase morte
harmoniosa e irreal
agradável e asfixiante
como quem escreve
um poema
um estrondo no intervalo
de silêncios que gritam
o corpo estremece
o vigor agoniza
sorrisos devassos
perto do fim
na noite escura
da alma

1 comentário:

amor disse...

É tão bom....
CC