domingo, 27 de julho de 2008

ESCREVI UM SONHO


Adormeci no interior de palavras
aquecidas com o calor do teu corpo.
apelei aos sentidos.
no sangue e nas células
que alimentam os nossos afectos
incendeiam desejos
habitados por nós


escrevi um sonho
com imagens colhidas
nos nossos encontros
viajei pelo teu corpo
procurando-nos
num diálogo de surdos
renovado de esperança

4 comentários:

Anja Rakas disse...

Aaahh sonhos, gosto deles, sinto-me viva e real neles.
"Adormeci no interior de palavras
aquecidas com o calor do teu corpo."

Está divino.

beijo angelical

ximbitane disse...

Céus, que sonho! E o momento real? Deus nos acuda!!!

Bia disse...

Divinal...
Divinal!


miminhos.. atrevidos!

Sereia disse...

o silêncio instalou-se e eu procurei a luz dos teus olhos e não encontrei
...pois estavam fechados para sentir de longe e de perto tamanha ousadia!
Fui assaltada por uma medonha tempestade! Um temporal que me perturbou e impediu rumar para o destino anunciado!

O sonho e a realidade amalgamados, abandonaram-me no meio de ondas gigantes que se confundiam com os cabelos do sereio

Acordei, há minutos, estendida na praia., manchada de areia e recheada de saudades